Bem Vindos, aumigos!!!

abril 29, 2019 1 Por biacalais


Saudação humana. Composta por letras e pontuações. Mas quantas palavras viajam no olhar e balançar de rabos canino? Parece que não precisa ser humano para dizer “olá”, “que saudade”, “te amo”… e muito menos para ter uma grande coleção de histórias para compor o mundo.

E é para que suas vivências ultrapassem os quintais e caminhas de espuma que o “Pegadas da Adoção” foi criado. Meu nome é Beatriz Calais, sou estudante de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero e sua mais nova tradutora da linguagem canina. Bem, pode-se dizer que esse último título eu acabei de inventar…

Mas a doidera do Jornalismo é verdade. Juro que escolhi isso para minha vida por livre e espontânea vontade (sério). Mas que outro curso me daria a liberdade de usar minhas palavras para descrever o que vejo, o que ouço e o que me é contado?

Um dia, pensando sobre o que falar em meu blog, meu cachorro Pingo me olhou nos olhos. Daquele jeito que eles fazem, cheio de amor e gratidão. Naqueles olhos redondos havia história pura; Havia seu nascimento em um terreno baldio, os pingos de chuva que percorreram seu corpo em seus primeiros momentos de vida, seu ganido chegando aos ouvidos vizinhos e seu resgate para aquela casa que agora é seu lar. Seu olhar falava tudo isso e tanto mais, que eu não pude deixar de pensar o quanto ganharíamos se pudéssemos ouvir o que eles tem a falar, nem que fosse por um dia. Que inveja, Dr. Dolittle.

Meu Pingo

Não podemos ouvir claramente, no nosso idioma. Mas é possível contar suas histórias e levar um pouquinho desse olhar para cada leitor.  A realidade é que o blog tem como objetivo dar voz àqueles cachorros que um dia tiveram seus olhares ignorados sobre a sombra do abandono, mas que encontraram alguém capaz de ler suas expressividades.

Espero traduzir essa expressão a você, leitor. Contar sobre as mudanças de vida advindas da adoção e informar sobre como ajudar e contribuir de alguma forma para a vida de um aumigo de quatro patas, que talvez ainda esteja precisando de alguém para folhear suas essências.

O Pegadas da adoção é um campo de empatia (ou melhor, empatinhasss) e sendo assim, todos são bem vindos, tanto aqueles que já falam o idioma canino, quanto os que ainda não conhecem essa linguagem animaaal. E não precisa ser fluente para contribuir; Indicação e compartilhamento das histórias, além da divulgação de animais que precisam de ajuda são formas de transmitir a mensagem do blog e fazer com que palavras se transformem em ações.

Espero que vocês também se sintam inspirados pelo olhar do Pingo e de tantos outros cães.

Bora comigo nessa cãominhada?